sábado, 11 de fevereiro de 2012




poeira apenas
brigamos por um lugar
a alegria acena em adeus
e o vento sopra
perdemos o mais importante
ex-istência
todos os conceitos, filosofias,
virtudes nas mãos
ninguém para doar
poeira apenas
alguém quer dela se livrar
passa um pano
estamos aqui
daqui a pouco, não

prometo dar as mãos
antes do vento