quarta-feira, 25 de julho de 2012








a surpresa à mesa
alegria do dia
o sentido retido
espera o tempo que era
carinho passarinho
voa a palavra, soa
bonito o infinito









Nenhum comentário:

Postar um comentário