domingo, 14 de agosto de 2011


já não sou mais...
flor do campo tocada pelo vento
desfez-se
perdeu-se
coração guardado não espera
ninguém lutou para que ele fosse,
existisse
não importa agora que ele sobreviva
mostrei-me lírio
e desejava proteção
de quem atravessasse o planeta
para me alcançar
hoje a realidade esquartejou
meu sonho em cada pétala
sou dente-de-leão espalhada
pelos ares
guiada pelo vento
para todos os lugares



Nenhum comentário:

Postar um comentário