sábado, 20 de agosto de 2011



é a imagem do desejo
que consola a ausência
a alma deságua a saudade,
a distância...
a visão acalma os sentidos...
o mundo se desfaz e se constrói
na singela lembrança
de uma fotografia

o tempo parado na história
o amor impresso no papel
projeção do corpo presente

doce invenção




Nenhum comentário:

Postar um comentário