sábado, 12 de março de 2011

Escova

Foto: Ricardo Magalhães
Os fios se entrelaçam
enroscam
no banho do tempo
no vento do desejo
no sonho
emaranhadas histórias
que se cruzam
encaracoladas
lisas, onduladas
brancas, negras
grisalhas
louras, castanhas
paradas
e o dedo da vida não passa
entrava
sonho que se perde na estrada
luz que não encontra caminho
rua sem saída
como se não bastasse a ilusão
o espelho mostra a verdade
os nós somos nós
desenhados em guerras
de intolerância armados
com a escova na mão
e os olhos fechados

Nenhum comentário:

Postar um comentário