quinta-feira, 17 de março de 2011

Bússola

Foto: Ricardo Magalhães

Esferático caminho de uma terra deserta
esconde no infinito a busca lunática
derrama no horizonte
o rio petrificado e seco do desejo
e dos olhos a esperança primeira
a cada piscar distraído,
preguiçoso, pré-ocupado
lentamente as cores se abrem
o que era pedra se fecha
oportuna hora do sonho
acordo alucinado,
atordoado, amedrontado
seguindo em frente caio no abismo
parado me pego em chamas
a dor meço
faço as contas
cá ninho, carinho
caminho
e não saio do lugar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário